quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Menino de 9 anos morreu após disparo na Escola em Embu

Avô de garoto baleado acusa escola de negligência

Segundo escola, só investigação policial poderá dizer se houve negligência.
Menino de 9 anos morreu após disparo em Embu, na Grande SP.

Do G1 SP

O avó do garoto de 9 anos que morreu após ser baleado em uma escola particular de Embu, na Grande São Paulo, acusa a escola de negligência. Miguel Cestari Ricci dos Santos foi atingido por um disparo nesta quarta-feira (29). Ele chegou a ser levado para um hospital, mas não resistiu.
“A escola foi muito negligente quanto ao socorro. Porque quando viu que a criança estava no chão baleada deveria ter chamado o resgate e não ter pego um funcionário da escola, colocado [o menino] no carro e andado 25 quilômetros no trânsito para socorrer. Se tivesse chamado o resgate meu neto poderia esta vivo”, desabafou o avô Antônio dos Santos.
A Escola Adventista de Embu, na Grande São Paulo afirmou que só a investigação policial poderá esclarecer se houve negligência. A Associação Paulista das Escolas Adventistas, por sua vez, informou que está dando apoio à família do garoto e que está colaborando com as investigações.
A polícia investiga quem teria feito o disparo. A suspeita é que um colega de classe tenha atirado. Há rumores de que Miguel tenha sido ameaçado por um colega na terça-feira (28). Até o início da tarde desta quinta, a arma não havia sido encontrada.
“Justiça. É isso que eu espero, que o pai dessa criança pague muito, muito sério pelo que ele fez. Ele acabou com uma família”, disse Danielle Cestari, tia do menino. Os pais de Miguel não quiseram falar. O corpo do aluno será enterrado no Cemitério São Paulo, na Zona Oeste da capital paulista, na tarde desta quinta-feira.
Aulas suspensasA Escola Adventista de Embu só terá suas aulas retomadas na próxima segunda-feira (4), segundo informações da assessoria de imprensa. Uma perícia foi feita na escola. Os perito saíram do local na madrugada desta quinta.
O crime aconteceu por volta de 12h de quarta. As aulas já tinham acabado quando professores e funcionários ouviram o barulho de um tiro e encontraram Miguel já baleado dentro de uma sala de aula, sozinho. Os próprios funcionários da escola levaram Miguel até um hospital particular. O menino entrou na emergência em estado de choque e chegou a passar por cirurgia, mas morreu.
 

Grupo assalta banco em campus da USP

30/09/2010 14h26 - Atualizado em 30/09/2010 14h26

Grupo assalta banco em campus da USP

Pelo menos sete criminosos participaram da ação, segundo PM.
Não se sabe quanto foi levado da agência.

Do G1 SP

Pelo menos sete criminosos assaltaram no início da tarde desta quinta-feira (30) uma agência bancária na Cidade Universitária, na Zona Oeste de São Paulo. Segundo informações preliminares da Polícia Militar, ninguém ficou ferido nem foi preso.
Ainda não se sabe o quanto foi levado da agência situada no campus da Universidade de São Paulo. O caso será registrado no 93º Distrito Policial, no Jaguaré, também na Zona Oeste

terça-feira, 28 de setembro de 2010

O Papel do Gestor de Segurança


PAPEL DO GESTOR DE SEGURANÇA

*David Fernandes da Silva, CPP


A atuação do crime organizado, seqüestros de
empresários e executivos, invasões à mão armada,
uso de explosivos, arrombamentos, fraudes e furtos
praticados por funcionários, além dos riscos do
próprio negócio, fizeram muitas empresas a se
preocupar em proteger também seu patrimônio,
pois sofreram ou poderiam vir a sofrer algum
prejuízo por qualquer ocorrência dessas ameaças.
Para se prevenirem, perceberam que necessitavam
das recomendações de um especialista
em segurança empresarial ou até da contratação de
um gestor de segurança, seja ele funcionário ou um
consultor externo. Quando tem autonomia e apoio,
esse gestor pode reduzir drasticamente os riscos,
prejuízos e perdas existentes. Há casos em que o
sucesso da gestão de segurança chega em até 90%
de redução de riscos e prejuízos. Sendo assim,
alguns empresários descobriram que essa eficácia
garante seus lucros, evitando perdas, surgindo aí a
demanda por esse tipo de profissional.
As principais atribuições de um gestor de segurança
são: análise de riscos visando apresentar as
principais ameaças à organização, seus impactos no
negócio, a probabilidade de ocorrência, os possíveis
valores de perda máxima se o evento ocorrer,
medidas preventivas e os valores de investimento.
O gestor precisa deixar bem claro quanto será o
prejuízo x o valor do investimento para demonstrar
à diretoria que vale à pena investir em segurança.
Além disso, elaborar a política e os planos de
segurança (estratégico, tático e operacional)
visando proteger à vida, o patrimônio e restaurar as
atividades normais da empresa.
Também faz parte de suas responsabilidades
elaborar orçamentos de segurança, visando
apresentar as melhores soluções (custos x
benefícios) do mercado. O gestor é quem deve
analisar os fornecedores, seus produtos e serviços e
passar para o setor de compras somente fechar a
negociação com o fornecedor selecionado.
Dependendo do porte e da cultura da empresa, a
função do gestor de segurança é, em alguns
casos, atribuída a um gerente de TI, RH ou
Financeiro. Dessa forma, pelo acúmulo de
atividades e falta de conhecimentos especializados,
torna-se limitada, ou seja, está simplesmente mais
voltada para compra de equipamentos e administrar
serviços de segurança.
O ideal é que o gestor de segurança atue, de forma
estratégica e com visão holística, em todas as áreas
e operações da empresa como apoio (staff) e deve
reportar-se direto ao Vice-Presidente ou assessorar
o Presidente. Alguns exemplos: junto com o RH,
estabelecendo critérios de contratação e seleção de
novos candidatos, análise e verificação do histórico
escolar e dos últimos empregos, participar de
determinada entrevista para análise do perfil e
comportamento e na conscientização da política de
segurança para novos funcionários; na Logística,
gerenciamento de riscos no recebimento de
mercadorias e no transporte para determinada
região; com TI, englobando processos e pessoas,
proteção de segredo comercial, classificação das
informações e quem deve ter acesso a elas; com
Jurídico, visando contratos específicos para redução
de riscos internos e externos; com o Presidente e
alta direção da empresa, analisando os riscos do
caminho de ida e volta da residência para o trabalho
e das vulnerabilidades da residência e dos familiares
para elaborar um plano de segurança pessoal; com
Engenharia, na construção de uma nova sede,
realizando o diagnóstico de segurança da região,
vizinhança, localização, lay-out, acessos, materiais
de construção e planejar os recursos humanos,
tecnológicos e procedimentos necessários para uma
segurança adequada.
Além de trabalhar no ramo empresarial, o gestor de
segurança pode atuar de forma mais específica em
segurança pessoal, segurança em logística,
prevenção de perdas no varejo, sendo um
funcionário de uma organização ou até um consultor
externo.
O mercado dessa área de atuação tem dado
preferência para pessoas pró-ativas e dinâmica, pois
essa função trabalha-se com a prevenção e não se
esperar acontecer. Quem trabalha com segurança
tem que estar preparado para diversas situações
que podem ocorrer no dia-a-dia, tais como um
assalto ou uma emergência.
É importante conquistar alguma certificação em
segurança para comprovar seus conhecimentos.
Hoje há duas certificações nacionais: CES –
Certificado de Especialista em Segurança pela ABSO
(Associação Brasileira de Segurança Orgânica), que
exige três anos de experiência em segurança
empresarial e 2º grau completo, e a ASE – Analista
de Segurança Empresarial pela ABSEG (Associação
Brasileira dos Profissionais de Segurança). Nesta
última há exigência da formação em curso superior.
Se for em qualquer área, exige mais 6 anos de
experiência no ramo de segurança ou 4 anos se
tiver exercido cargos de chefia ou gerência de
segurança; o profissional, que trabalha como
gestor de segurança, precisará de apenas 2 anos na
função, se possuir um curso de pós-graduação/MBA
em segurança para prestar o exame.
Entretanto, há outra certificação que agrega muito
conhecimento e que é considerada um dos maiores
títulos almejados pelos profissionais de segurança é
o CPP – Certified Protection Professional, ou seja,
Profissional de Proteção Certificado pela ASIS
(American Society For Industry Security). Trata-se
de uma certificação internacional existente há 25
anos, com apenas 12.000 no mundo, espalhados
em 40 países. Além das certificações acima, é bom
fazer cursos específicos na área de segurança, tais
como: investigações, fraudes, inteligência
competitiva, segurança pessoal, sistemas de
segurança eletrônica, técnicas de contraespionagem,
prevenção de incêndios, etc. Também
deve-se agregar cursos de: inglês (muito exigido
hoje), liderança, gestão de projetos, pessoas entre
outros.
Porém, a profissão ainda não está regulamentada,
mas já está em andamento na Comissão de
Constitucionalidade dois Projetos de Lei: nº
749/2007 (pela ABGS) e 2496/2007 (pela ABSEG),
ambos objetivam a regulamentação da função do
Gestor de Segurança, tornando-a obrigatória e
inclusa na CBO – Classificação Brasileira das
Ocupações.




David Fernandes da Silva, CPP, é
diretor da Previne Security. É diretor do 1° Portal do
Gestor de Segurança Acadêmico. No Brasil, é o
31º a conquistar o CPP - Certified Protection
Professional. Também é Diretor de Assuntos de
Prevenção do CONSEG Água Fria / Mandaqui /
Tremembé. Foi palestrante no III CIS – Congresso
Internacional de Segurança na EXPOSEC 2007.
Convidado pela ABESE para o Conselho Consultivo
do IV Congresso Internacional de Segurança
Eletrônica – CIS – Exposec 2008. Contato:
.
david@previnesecurity.com.br

Semana da Segurança Privada na UNICID

Semana da Segurança Privada na
Universidade Cidade de São Paulo
 
27 a 30 de Setembro de 2010 às 19:00 horas
 
Participação de Profissionais de
Renome do cenário da Segurança Publica e Privada
 
PROGRAMAÇÃO
 
19:00 – Credenciamento
 
Dia 27 SET 19:30 DIREITOS HUMANOS - A PRÁTICA COTIDIANA
Coronel Luis Eduardo Pesce de Arruda - Comandante do Centro de Altos Estudos de Segurança (CAES) da PMESP
 20:45 O PAPEL DA EMPRESA EM CASO DE SEQÜESTRO
José Miguel Dencarnacion – Consultor e Especialista em Segurança atuou na Diretoria e Gerencia de Segurança em várias empresas Multinacionais.
 
Dia 28 SET 19:30 –RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE VIGILANTES
 Ms. Luiz Carlos Gonçalves -Mestre em Administração de Empresas, Gerente de Recursos Humanos do GTP (Grupo Treze Paulista)
          20:45 – MEDIDAS PREVENTIVAS - NÃO SEJA A PRÓXIMA VÍTIMA.
 Nilton Migdal -Engenheiro Civil, Especialista em Segurança, MBS- Máster Business Security,diversos Cursos de Segurança em Israel
 
Dia 29 SET 19:30 EMPRESA DE MONITORAMENTO
 Daniel Schaffer – Engenheiro Elétrico, Diretor da Empresa SIM, Ex- Gerente Técnico da Graber Securisystem.
 20:45 PROTEÇÃO PESSOAL DE EXECUTIVOS
 Roberto Zapotoczny Costa - Especialista em Segurança Pessoal, Administração de Segurança e Professor da Universidad Comillas de Madrid (Espanha).
 
Dia 30 SET 19:30 – GESTÃO ESTRATÉGICA DA SEGURANÇA DAS INFORMAÇÕES E DO CONHECIMENTO
Tácito Augusto Silva Leite - DSE, ASE – Pós Graduado em Segurança Empresarial pela Universidade. Pontifícia Comillas de Madrid; MBA em Gestão de Segurança Empresarial pela Universidade Anhembi-Morumbi;
 20:45PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO DE SEGURANÇA 
Maurício de Faria – Especialista, Consultor e Palestrante da Área de Segurança. MBA em Gestão Estratégica de Segurança.
 
22:30 – Encerramento do Evento
 
EVENTO GRATUITO COM CERTIFICADO DE PARTICIPAÇÃO
Local: Auditório da Universidade Cidade de São Paulo-UNICID
           Rua Cesário Galeno nº 448 – Vila Carrão - Bloco Alfa
           Duas quadras da Estação Carrão do Metrô
 

Gerenciamento de Emergências em Escolas

Criação de planos de emergência bem elaborados para Escolas e Universidades
Quando se trata de planejamento de crises e emergências em segurança escolar, a qualidade é mais importante do que velocidade.

Por Michael Dorn | 12 de agosto de 2010 |
Tenho trabalhado todas as semanas com duas  escolas de Indiana sobre a sua disponibilidade  e elaboração de  projetos em Gerenciamento de Emergência para as Escolas ( GEE ) . Estes são  subsídios concedidos pelo Ministério da Educação Americano, para ajudar as escolas a desenvolver o Gerenciamento de todos os riscos e  Planos de Crises.
Em nossas conversas, tenho enfatizado a necessidade de planejamento a médio e longo prazo e mudanças culturais como foco central, em vez de ver os projetos como uma série de tarefas a serem concluídas dentro de um prazo determinado  .  No momento trabalhamos com 21 projetos GEE este ano e em projetos de avaliação de  distritos escolares que tenham concluído um projeto de GEE para implantação .
 Nestas avaliações, foram realizadas entrevistas com funcionários da escola e mostraram  centenas de roteiro curtos  e vídeos de cenários de crise na  mesa  de projetos da escola para ver o quão bem preparados os funcionários foram para situações de emergência .
 Em particular, testamos a sua capacidade de implementar  protocolos de emergência para salvar vidas , como acionar um alarme de incêndio, evacuação de alunos , abrigando estudantes de furacões, chamada 911 ou requisitar bloqueios.
Descobrimos que, em média, os funcionários entrevistados não lembravam das fases de  salva-vidas ,etapa da ação das mais importantes do  cenário. A incapacidade do pessoal  de realizar tais passos significativos , mas simples, quando se deparar  com uma situação de vida ou de morte causa níveis de estresse moderados indicando  o tipo de falha mortal em vista de diversas situações escolares emergenciais, que trouxeram problemas  no passado e poderão causar no futuro.



Enfatizamos a necessidade de velocidade após a organização , e seus escopos  foram cuidadosamente criados para acelerar ao longo do tempo.

Nossos clientes têm encontrado os seguintes conceitos úteis:
1.    Estabelecer as necessidades através das vulnerabilidades e processo de avaliação.
2.    Identificar membros chave da equipe de planejamento .
3.    Identificar todos os funcionários, e identificar como eles serão usados,  com um componente plano escrito,  que é apropriado para seu papel em caso de emergência, como eles serão treinados e como eles irão participar e ser avaliado durante exercícios, controle, exercícios funcionais e de grande escala.
4.    Desenvolver o sistema de planejamento e de componentes de planejamento com ênfase nos componentes do plano escritos e uma filosofia afirmou que qualquer componente eletrônico do  plano é de importância secundária e de suporte ao invés de um meio principal de preparação para as pessoas.
5.    Testar os planos e ter alguém especializado em  gestão de emergências realizando uma avaliação independente nos locais e  lacunas que não podem ser vistos por aqueles que estão muito perto do plano, porque eles ajudaram a desenvolvê-la e ter lido muitas vezes.
6.    Divulgar os  componentes do plano, o presente documento e fornecer treinamento documentado via ao vivo, vídeo ou formação Web ( ou uma combinação ).
7.    Implementar o programa de exercício progressivo com ênfase na criação de competências e confiança em protocolos de emergência , como evacuação núcleo reversa, o bloqueio de evacuação de incêndio abrigo, em lugar de materiais perigosos , sala clara , terremotos e tornados abrigando etc.  A ênfase deve ser na capacidade de pessoal para trabalhar sob stress através de provas baseadas conceitos e preparar o pessoal para executar dirigida , bem como ações voltadas auto .
8.     Avaliar e melhorar continuamente os seus planos.


Os funcionários do  Campus devem  encontrar essas áreas-chave , e é muito  útil para reduzir erros e melhorar o desempenho em situações de crise real da escola. A confiança, bem como a qualidade que estas abordagens podem criar é importante como são os resultados, se ocorre uma tragédia na escola ou seu entorno.
Fazer os exercícios  metodicamente e progressivamente, avançando dia a dia  trará qualidade e confiabilidade superiores, e pode um dia salvar vidas humanas.

Portfólio GNA Brasil

Gestão de Pessoas em Segurança Corporativa

Alta performance na hora da crise

Devemos continuar a obter o melhor das equipes em situações de recessão e desemprego

Nós, que somos Gestores de Segurança e que respondemos pelo treinamento e desenvolvimento de pessoas da área, temos procurado a cada instante estimular o alto desempenho de nossas equipes profissionais. Qualidade, comprometimento, criatividade, capacidade de execução e superação de limites são palavras de ordem em nossas diretorias de segurança empresarial, nas Universidades, Hospitais, Shopping Centers, Bancos e Indústrias.
Buscar a excelência, e a alta performance nos faz vencer diversos desafios diários. O mais difícil está por vir,  com o agravamento da crise financeira  mundial e que começou a ter reflexos no Brasil em Setembro de 2008 , com queda da atividade econômica , o cenário de recessão, e com o aumento do desemprego e achatamento salarial.
Diante deste quadro sombrio, uma pergunta ecoa em nossas mentes de Gestores de Segurança, como obter o melhor das equipes e conseguir dar o máximo no trabalho sem que o pessimismo nos contamine, pois ele está estampado nas manchetes e análises de conjuntura econômica de especialistas de diversos setores do país.
Um dos primeiros reflexos da situação de crise é a diminuição da auto-estima, pois as pessoas que compõem a equipe,  desde o Porteiro, Recepcionistas, Fiscais, Inspetores,  Guardetes, Vigilantes, Supervisores , Coordenadores e Gerentes  sentem-se desprestigiadas e ameaçadas pelos cortes e pelo desemprego. Com isto , nem o desempenho normal , o de rotina elas conseguem ter, muito menos o alto desempenho e excelência.
Para vencer estes problemas cada um deve fazer uma auto-análise, buscando sua verdade interior, entender o que é e o que faz na empresa, verificando suas possibilidades de crescimento pessoal e profissional, e o que está pretendendo CONSTRUIR. Afinal a crise não pode destruir o patrimônio interior de cada um.
Nossa responsabilidade no gerenciamento de equipes de segurança passa a ser a elevação da auto-estima e da valorização profissional, sendo transparente em relação às condições e decisões da empresa, e mostrando a importância do auto-desenvolvimento profissional. Fazer cursos  de aperfeiçoamento como o Universitário de Gestão de Segurança Privada pode ser uma grande saída assim como diversos cursos livres e de extensão em Planejamento e Análise de Riscos, e os MBS e MBA que estão no mercado em diversas instituições de ensino e Consultorias.
Sabemos que , ao desenvolvermos uma atitude positiva poderemos nos recolocar no mercado de trabalho em qualquer situação, cultivando uma cultura de treinamento e reciclagem em nossas áreas de atuação, resgatando a auto estima e a melhoria do desempenho em cenários mais caóticos. Como disse Musashi – O segredo da vitória está no espírito – treine, treine, e treine.  Além do suporte emocional, dado pela valorização do profissional da segurança privada , orgânica e eletrônica , as chefias devem agir na dimensão racional, o mapeamento de habilidades e competências com seu feedback  são ferramentas importantes neste contexto.
Em nossas empresas treinamos na CIPA, nas Brigadas e nos exercícios de abandono de prédios, precisamos estar preparados para o inesperado, e o mesmo deve ser feito em nossos departamentos de Segurança Patrimonial em momentos de crise e incertezas, com o Gerenciamento de Riscos.
Ao encerrar este artigo, que divulga o Curso de Gerenciamento de Carreiras em Segurança 2010  que ministrarei no segundo semestre de 2010 quero falar de um aspecto vital para o alcance das metas e dos resultados positivos em nossas empresas  e nossas vidas que é o apoio da família, os familiares devem estar preparados para enfrentar a crise e se organizar, revendo as contas , poupando mais e racionalizando os gastos . A técnica, a razão e o seguir os procedimentos a risca, com coragem e tenacidade, fazendo prevenção,ajudam a tirar um pouco do fardo de quem precisa sustentar honestamente sua família e por isso está temeroso com a crise e incertezas.





Autor

Ulisses Nascimento é Gestor de Segurança Privada formado na Universidade Paulista. Profissional com mais de vinte anos de experiência na área de segurança corporativa, oficial da reserva do Exército Brasileiro,  Instrutor e Coordenador de Segurança Universitária no Campus Anchieta da UNIP, especialista formado pela mesma Universidade, vice coordenador do GIASES, membro da OBESST, sócio da ABSO, diretor do Conseg 83DP e membro da Comissão Estadual de Polícia Comunitária e Direitos Humanos. Possui diversos cursos de Extensão Universitária na Brasiliano Associados e Universidade São Judas. Indicado dois anos seguidos 2007 e 2008 , para receber o Prêmio Destaque da Segurança empresarial no Brasil. Articulista de diversos sites e Revistas especializadas na área de segurança.

Artigo Segurança Escolar - Arquivo Jan/10

Artigo sobre Segurança Escolar – Volta às Aulas  Janeiro 2010

Volta à Escola – O que faz a diferença.

Quais são os fatores que determinam a escolha de uma instituição de ensino para a educação de nossos filhos? São inúmeros fatores, dentre eles estão,  o projeto pedagógico, a formação e qualificação dos professores, a tradição , a qualidade das instalações físicas e de atividades complementares, a localização, preço das mensalidades  e com certeza a Segurança e Infra-estrutura oferecida aos atores do processo  educacional.
Devemos saber qual é o critério de contratação de professores e colaboradores, qual o número de alunos por sala, existe laboratório de informática, quadra e biblioteca, a cantina oferece alimentos saudáveis, a escola segue a lei de acessibilidade, e como é feita a segurança?
Não existe escola perfeita, mas neste início de ano , quando visitamos diversos colégios em nossas grandes cidades devemos atentar para a estrutura proporcionada pela escola que garanta a segurança física e pessoal de nossos filhos, devemos inicialmente saber quem é o responsável pela segurança da escola e saber de sua formação e capacitação, existe um projeto de segurança? Os componentes da segurança escolar são treinados para as suas funções? Como eles comunicam-se entre si, há rádios , celulares e Nextel ?  Os pais são fundamentais no processo de efetivação de um bom  modelo de segurança educacional , a fiscalização de todos determinará a diminuição de perigos e dos riscos envolvidos.
Ao chegar na Escola você deve verificar como é o sistema de controle de acesso e identificação e se a região onde a escola é localizada é violenta ou não. Muitas vezes os crimes são diários e o trânsito trará riscos aos seus filhos, verifique a quantidade de bares e lanchonetes no entorno e a presença de ambulantes. Atualmente na cidade de São Paulo está em vigor a lei número 14.492  da Área Escolar de Segurança   que obriga a Prefeitura a realizar um conjunto de ações preventivas em parceria com a comunidade escolar, para melhorar a segurança das escolas . A Polícia Militar do Estado de São Paulo possui os Programas de Ronda Escolar e PROERD e a GCM tem patrulhamento eficiente para as escolas municipais. A segurança escolar é assunto importante que deve ser tratado com professores, pais,  alunos e especialistas em educação e segurança para que possamos reduzir o número de ocorrências em São Paulo e região.
Outro aspecto importante a verificar é o denominado escudo escolar, veja o estado dos portões da escola, se existem alarmes, verifique se há câmeras de vigilância e monitoramento nos locais adequados, e é muito importante verificar se os equipamentos de prevenção e combate a incêndios foram inspecionados pelos Bombeiros e se a prevenção de acidentes é uma cultura da escola. Muitos acidentes ocorrem na região de quadras, piscinas  e laboratórios e estes locais devem ter normas específicas de funcionamento.
Verifique como é contratado o Transporte Escolar, se está regularizado e a documentação do condutor e do veículo está  em dia, alguns colégios de São Paulo possuem veículos rastreados por satélite.
Creio que estes pequenos lembretes podem fazer com que seu início de semestre letivo seja mais tranqüilo, pois nossa atenção deve estar voltada à melhor maneira de educar os filhos. A parceria com a escola  é uma aliança para que a educação escolar complemente a educação familiar.
Bom ano letivo a todos.
Autor Ulisses Nascimento – Gestor de Segurança Educacional e Vice Coordenador GIASES e sócio do Portal  www.escolaprotegida.com.br

Mensagem Você S.A

Parabéns minha amiga, Você S/A pelos 12 anos de existência. Muito Obrigado por tudo...
Em 1998 eu  Ulisses Nascimento estava vivendo em minha vida um grande inferno astral pois após morte na família, separação após dezoito anos de casamento e o início de um desemprego que duraria dois anos e dois meses, apesar das inúmeras tentativas de recolocação como encarregado de segurança, vivia  com meus pais em São João da Boa Vista –  São Paulo, e iniciei um período de verdadeira recuperação pessoal e profissional.
O renascer das cinzas pessoal, iniciou quando conheci na Biblioteca Municipal a Primeira Revista Você S/A e a partir de então, esta grande amiga nunca mais me abandonou, pois tenho com orgulho todas as edições, compradas muitas vezes com muito suor, e tenho um carinho especial pela minha coleção, indicando a todos os jovens e profissionais que encontro.
Aprendi muito, muito mesmo com esta amiga. Após o retorno a São Paulo em 2000 iniciei como Líder de Segurança no Grupo Objetivo – UNIP de Educação e iniciei uma carreira de sucesso. Superando os problemas financeiros, buscando crescer dentro da empresa, aumentando minha auto estima pela grande solidão  fui promovido algumas vezes  e passei por várias Unidades liderando muitas pessoas e empresas prestadoras de serviço. Meus três filhos que ficaram com a mãe, precisavam estudar o Curso Superior e com as Bolsas de Estudo da UNIP conseguimos formar a Tathiana em Direito, o Thiago em Propaganda e MKT                    ( atualmente um MBA FGV ) e o Thomas  filho caçula a seis meses para a graduação em Educação Física.
Muitos anos passaram e os especiais Você S/A também sendo adquiridos, e crescendo com uma Consultoria de Carreira na Valise , minha amiga Você S/A. Durante o período em que as bolsas de estudo eram usadas pelos meus filhos planejei junto com o gerente de segurança e equipe de professores a criação de um Curso Superior de Segurança Privada que foi aprovado em 2006 para início da primeira turma em 2007, da qual fiz parte e me formei com notas elevadas em 2008.
Com referência à gestão de Segurança Universitária em 2005 passei a dirigir o Grupo Integrado de Apoio à Segurança do Ensino Superior e com muita luta – meu livro em breve será editado o Tempestade de Compromisso – dirigi o GIASES com muito amor e profissionalismo  em muitas reuniões e comecei a ser palestrante e instrutor de segurança.
Em 2009 tive a oportunidade de iniciar o Pós de Formação de Professores da UNIP e estou na fase da monografia em Educação a Distância e estou matriculado para iniciar sábado próximo o Master Business Security ( MBS ) na Consultoria Brasiliano. Estive em vários Congressos Nacionais de Segurança , sou referência na área de Segurança Corporativa no Brasil – durante três anos seguidos indicado para o Prêmio DESTAQUE do Grupo CIPA e com uma atuação Política em Consegs, Associações de Classe e Comissões Estaduais além de ser Oficial da Reserva do Exército.
Em Junho de 2010 após inúmeras negociações saí da UNIP e estamos com alguns amigos especialistas em segurança criando uma Consultoria em Negócios em Segurança e um Instituto de Pesquisas na Área, fazendo Plano de Negócios , analisando o mercado e vamos vencer.
Você S/A me indicou livros, foi companheira de muitas madrugadas em claro, nas viagens de Metrô e indicou o caminho da especialização, da qualificação.
Gostaria que esta estória pessoal com minha amiga Você S/A fosse a escolhida pois nunca deixo de comprar o exemplar mensal e alguns especiais, e uma foto com minha coleção seria histórica.

Fazer o trabalho com paixão é um grande exemplo da equipe de Você S/A e nosso lema da Consultoria Grans Nascimento Associados Brasil é  - Vivemos, Pensamos e Respiramos Segurança em nosso dia a dia.
Jamais te abandonarei, conte também comigo amiga.

Onde mora o perigo

Caros amigos, bom dia.
Estamos inaugurando mais um canal na Internet para a troca de informações e  experiências sobre segurança.
Sucesso a todos.
Ulisses Nascimento