sábado, 30 de abril de 2011

Vídeo - Prevenção de Acidentes

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Quadrilha explode caixa eletrônico ( ATM )

/04/2011 06h46 - Atualizado em 29/04/2011 09h36

Quadrilha explode caixa eletrônico e foge com dinheiro na Grande SP

Ataque aconteceu em Itapecerica da Serra na noite de quinta.
Foi o 38º crime do tipo neste mês no estado de São Paulo.

Do G1 SP
Criminosos explodiram um caixa eletrônico e fugiram levando o dinheiro que estava dentro dele na noite desta quinta-feira (28) em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. Apenas neste mês foram registrados 38 ataques do tipo em todo o estado.
Em apenas dois dias foi a quinta explosão de caixa eletrônico, com o mesmo padrão, na região metropolitana. O supermercado onde ficava instalado o terminal já estava fechando quando houve o crime. A polícia ainda não sabe a quantia levada. Os funcionários que estavam no local serão ouvidos.
O ataque destruiu a máquina, e uma tinta rosa se espalhou pelo local. Possivelmente um dispositivo de segurança que tinge ou queima o dinheiro estava dentro do caixa.
"Ela não danifica, mas marca aquela cédula de uma maneira que ela fica visível para todos que aquela cédula é fruto de um roubo, de um assalto, de roubo e assim por diante", diz Wilson Gutierrez, diretor técnico da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).
Em outro caso, na madrugada de quinta, os criminosos desistiram de levar R$ 17 mil porque o dinheiro estava manchado. Em Suzano, na Grande São Paulo, os assaltantes ficaram com R$ 90 mil manchados pela tinta.
As notas manchadas são analisadas pelo Banco Central e substituídas sem custo para os bancos. Já os comerciantes devem ficar atentos mesmo que as notas recebam apenas pequenas marcas de tinta do dispositivo.
"A partir do momento que ela é marcada, a polícia consegue através de inteligência e investigação consegue rastrear essas notas e chegar ao grupo criminoso", conta Vanderlei Reis, gerente de segurança corporativa.

terça-feira, 26 de abril de 2011

O que fazer após os 40 anos na Segurança?

Estou escrevendo um artigo sobre as opções no mercado para profissionais de segurança após os 40 anos de idade, gostaria da sua colaboração. O que fazer após os 40 anos de idade no segmento de segurança empresarial? Creio que ajudaremos muitos brasileiros e brasileiras que estão subempregados e desempregados no momento.
Envie sua colaboração para conseg83@yahoo.com.br
Sucesso a todos!

Curso na UNICID


Curso de Extensão de Marcos Sousa na UNICID/SP

Pensando na capacitação de alunos e profissionais que atuam direta ou indiretamente no segmento de segurança, a UNICID (Universidade da Cidade de São Paulo) promoverá diversos cursos de extensão em gestão de segurança privada nesse ano de 2011.
Fui convidado pelo Prof. Átila Marcondes (coordenador dos cursos) para ministrar o curso: Vendendo Segurança com SEGURANÇA, nos dias 30 de Abril e 07 de Maio, em São Paulo/SP.
Gostaria de convidar a todos os alunos, vendedores, gerentes, empresários, gestores e demais profissionais interessados a participar desse curso que será ministrado pela primeira vez numa Universidade em São Paulo.
Curso: Vendendo Segurança com SEGURANÇA.
Objetivo: Capacitar os profissionais ligados ao setor de Segurança a realizarem vendas de produtos, serviços e soluções de segurança, desenvolver novas competências em vendas, apresentar ações, ferramentas e técnicas de vendas específicas ao mercado de segurança privada, fornecer argumentações eficientes, profissionais e, principalmente, focadas na área. A Segurança deixou de ser uma necessidade básica para se tornar estratégica e uma vantagem competitiva para os indivíduos, empresas e sociedade. Os produtos e serviços de segurança também asseguram soluções criativas, benefícios extraordinários e vantagens competitivas. Este Curso vem de encontro aos profissionais e gestores de segurança que tem dificuldade para apresentar e vender seus produtos e serviços.
Público-Alvo: Gerentes, Coordenadores, Supervisores, Consultores, Profissionais de qualquer área de atuação ligados a venda de produtos e serviços de Segurança. Profissionais da Segurança Privada com cargos de Liderança Operacional ou Administrativa; alunos dos cursos de formação específica em gestão de segurança; Empresários do setor de Segurança Privada, Revendedores, Distribuidores, Instaladores e Comerciantes de produtos e serviços de Segurança e todos aqueles que desejam aumentar o conhecimento sobre Vendas na Área de Segurança.
Carga horária: 16 horas
Período de Realização: 30 de abril e 07 de maio de 2011, sábados, das 8h30 às 17h30
Matrículas: Até 27 de abril de 2011
Investimento: R$ 300,00
Obs: A realização do curso está condicionada ao número mínimo de alunos matriculados para formação de turma. O número mínimo deste curso é de 15 pessoas.
Obs 2.: Ex alunos da Universidade possuem desconto de 20%
Atenciosamente,
Marcos Sousa
Telefone: 42-3035-5614
Celular: 42-9936-7800
E-mail: marcos@consultesousa.com
Skype: msousa2005
MSN: msousa2005@hotmail.com
Linkedin: Marcos Sousa
Facebook: Marcos Sousa
Twitter: marcosysousa

domingo, 24 de abril de 2011

SOS ESTRADAS

Acesse o Portal
http://www.estradas.com.br/sosestradas/index.asp
Volte para casa VIVO , esta é a nossa Campanha de Final de Feriadão
ALERTA
Redação

Volte para casa VIVO...

Confira algumas dicas para driblar o cansaço ao volante

Coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzotto, afirmou que as leis de trânsito não precisam sofrer alterações, mas serem aplicadas com eficiência.

 
Rede Globo
Governo calcula que a cada dia 100 pessoas morrem no trânsito.
Dando continuidade à reportagem especial do Fantástico sobre as causas de acidentes de trânsito e as medidas para combatê-las, o coordenador do SOS Estradas, Rodolfo Rizzoto, falou sobre o assunto em um bate-papo com os internautas.

Para ele, as leis de trânsito brasileiras não precisam sofrer alterações, e sim ser aplicadas com eficiência. A impunidade, segundo Rizzotto, é o principal motivo para o problema de educação no trânsito. Ele ressaltou ainda a importância de dirigir bem disposto.

“O Brasil tem legislação de qualidade, inclusive respeitada em todo o mundo. O que precisamos é aplicar a lei com máximo rigor, punindo os infratores. Se você trouxer um suíço para dirigir no Brasil, ele vai ter um comportamento no volante muito diferente do de um motorista brasileiro”, diz ele.

“Depois de certo tempo, entretanto, ele estará fazendo as mesmas bagunças que os brasileiros. Isso porque ele vai começar a sentir que não existe punição. Eu consigo ver isso acontecendo muito claramente em cidades com presença grande de estrangeiros, como São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.”

Lei Seca
Rizzotto apontou a lei seca como uma ação punitiva eficaz.

“A lei seca produziu resultados imediatos, não só do ponto de vista do motorista, que deixou de dirigir sob efeito de álcool, mas também devido à presença da blitz, que reduziu outros tipos de infrações”, afirma.

Para o coordenador do SOS Estradas, junto à punição é preciso desde cedo ter um trabalho de conscientização.

“Temos que fazer trabalho de educação principalmente com as crianças, que podem até educar os pais e motoristas adultos com muito mais competência que nós que militamos nessa área. Campanhas educativas também são importantes. Nesse sentido, a publicidade e a mídia têm um papel fundamental.”

“A publicidade atualmente tem muito medo de falar diretamente, medo de chocar. Quando há um acidente de avião, há todo um acompanhamento pela mídia da vida das vítimas, o que não acontece com as vítimas de acidente de carro. É preciso contar as histórias dessas pessoas também, são seres humanos com nome e sobrenome”, diz ele.

Cansaço ao volante
Rizzotto explicou que, na prática, não existem acidentes de trânsito, pois todos eles têm uma causa que se pode prever. Uma delas é o cansaço dos motoristas, que reduz a atenção no volante.

“Não existem acidentes. Acidente seria se caísse um meteoro em cima do seu carro. Segundo nossos estudos, cerca 50% dos acidentes com motorista de caminhão ou ônibus ocorrem com ele sozinho, em virtude do cansaço. Geralmente, saem da pista ou da faixa. Mesmo quando se trata de motoristas de automóvel, 20% dos acidentes apurados no mundo envolvem pessoas cansados, que cochilam no volante ou diminuem sua capacidade de atenção por causa do esgotamento.”

“Existe um projeto de lei de 1996 que procurava estabelecer limite de horas de direção por dia. Infelizmente, esse projeto foi vetado em 2009. Ou seja, se o caminhoneiro autônomo tiver combustível suficiente para rodar durante 24 horas, ele vai poder rodar durante todo esse tempo sem limitação. Se ele for um trabalhador, haverá a legislação trabalhista, entretanto esta não tem sido aplicada com muito rigor”, revela.

Dicas para driblar o cansaço
“A cada duas horas você precisa descansar de 15 a 20 minutos. Se ainda assim você não se sentir disposto, não continue dirigindo. Pare o carro imediatamente e durma lá dentro mesmo”, conclui.

sábado, 23 de abril de 2011

Existe Crime Perfeito?

Existem crimes perfeitos?

Num sentido amplo, uma fraude é um esquema ilícito ou de má fé criado para obter ganhos pessoais, apesar de ter, juridicamente, outros significados legais mais específicos (os detalhes exatos divergem entre as jurisprudências). Muitos embustes são fraudulentos, apesar dos que não são criados para obter ganhos pessoais não são adequadamente descritos desta maneira. Nem todas as fraudes são hoax, como a fraude eleitoral, por exemplo. A fraude é difundida em muitas áreas da vida, incluindo a fraude artística, fraude arqueológica e a fraude científica. Num sentido amplo, mas legal, uma fraude é qualquer crime ou ato ilegal para lucro daquele que se utiliza de algum logro ou ilusão praticada na vítima como seu método principal.

Estamos estudando fraudes de seguros no Link abaixo:

http://arquivos.unama.br/professores/iuvb/contabilidade/CAT/aula11.pdf

Blindagem Automotiva

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Explosão em ATM

Criminosos explodem caixa eletrônico e fogem levando cerca de R$ 100 mil

Polícia acredita que grupo tenha usado dinamite.
Vizinhos acordaram assustados com o barulho, no interior de SP.

caixa eletrônico (Foto: Reprodução/TV Globo)
Do G1 SP
Agência bancária ficou destruída com a explosão
(Foto: Reprodução/TV Globo)
A polícia suspeita que criminosos tenham usado dinamite para explodir o caixa eletrônico de uma agência bancária nesta sexta-feira (22) em Pratânia, no interior de São Paulo. Pedaços do equipamento ficaram espalhados pelo chão e a porta do cofre foi arrancada.
O impacto foi tão forte que o prédio onde funcionava a agência bancária ficou destruído. Os vizinhos acordaram assustados com o barulho.
Os assaltantes levaram R$ 100 mil. Na fuga, os criminosos dispararam tiros para o alto e deixaram R$ 3,5 mil espalhados pelo chão. A polícia recolheu cápsulas de fuzil para analisar.

quinta-feira, 21 de abril de 2011

O Perigo das Drogas

Saiba a diferença entre oxi, crack e cocaína

Drogas têm o mesmo princípio ativo e são usadas da mesma forma.
Diferença está no que é usado para transformar a cocaína em pedra.

O oxi é cada vez mais um problema de saúde pública no Brasil. A droga chegou ao país em meados da última década pelo Acre e pelo Amazonas, nas regiões das fronteiras com Bolívia e Colômbia. Agora, há registro de mortes no Piauí e a ameaça de que ela atinja o Sudeste. A Fundação Oswaldo Cruz já prepara um mapeamento da droga no território nacional.
A droga é derivada da planta coca, assim como a cocaína e o crack. Há diferenças, contudo, no modo de preparo. Existe uma pasta base, com o princípio da droga, e de seu refino vem a cocaína.
“A pasta base é como a rapadura e a cocaína é como o açúcar”, compara Marta Jezierski, médica psiquiátrica e diretora do Cratod (Centro de Referência de Álcool, Tabaco e Outras Drogas), ligado à Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo.
O crack e o oxi são feitos a partir dos restos do refino da cocaína. As três drogas possuem, portanto, o mesmo princípio ativo e um efeito parecido, que é a aceleração do metabolismo, ou seja, do funcionamento do corpo como um todo.
Quando menor a duração do efeito, mais viciante é uma substância"
Marta Jezierski, médica psiquiátrica
A diferença da cocaína para as outras duas está no que os especialistas chamam de “via de administração”.
Enquanto a primeira é inalada em forma de pó, as outras duas são fumadas em forma de pedra. Isso muda a forma como o corpo lida com a dose.
O pó da cocaína é absorvido pela mucosa nasal, que tem nervos aflorados, responsáveis pelo olfato. O efeito dura entre 30 e 45 minutos. No caso das outras duas drogas, a absorção acontece no pulmão, de onde ela cai na corrente sanguínea. O efeito dura cerca de 15 minutos, e por isso, é mais intenso que o da cocaína, o que aumenta o risco de que o usuário se torne um viciado.
“Quando menor a duração do efeito, mais viciante é uma substância”, afirma Jezierski.
“Se você usa uma que dá um 'barato' de 48 horas, você não precisa de outra dose tão cedo, mas se usa uma que dá um barato de 15 minutos e, em seguida, te dá depressão, vai querer outra dose”, explica a psiquiatra.
A grande diferença do oxi para o crack está na sua composição química. Para transformar o pó em pedra, o crack usa bicarbonato de sódio e amoníaco. Já o oxi, com o objetivo de baratear os custos – e atingir um número maior de usuários –, leva querosene e cal virgem.
Querosene e cal virgem são substâncias corrosivas e extremamente tóxicas. Por isso, o consumo do oxi pode levar à morte mais rápido que o crack – no qual o que é realmente nocivo é o princípio ativo da droga.
“A hipocrisia do suicídio é bem menor”, conclui Jezierski sobre o oxi, em relação ao crack.

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Dicas de segurança para uma viagem tranqüila

Segurança Escolar no RJ

Escolas municipais do Rio terão câmeras, diz secretária

 
A secretária municipal de Educação do Rio de Janeiro, Cláudia Costin, anunciou hoje pelo Twitter as novas medidas de segurança para as escolas da cidade. Segundo ela, serão contratados 1.844 inspetores de alunos, além dos 400 já nomeados em 2010. A previsão é que cada escola tenha um inspetor por andar. As escolas municipais também adotarão o uso de crachás para visitantes. Serão instaladas câmeras de vigilância em todas as 1.064 escolas da rede que ainda não possuem esse tipo de equipamento.
 

Realengo
 

Hoje também, os alunos do turno da manhã, que presenciaram o massacre na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio, retornaram ao local. A frequência, porém, foi baixa. Os estudantes participam, no térreo do prédio da escola, de atividades artísticas monitoradas por psicólogos.

Pelo menos dois alunos foram participar das atividades ainda com curativos dos ferimentos provocados pelos tiros disparados pelo ex-aluno Wellington Menezes de Oliveira, que executou 12 estudantes do colégio no dia 7 deste mês.

Carlos Maurício Pinto, de 38 anos, que perdeu o filho Rafael Pereira da Silva, de 14, na chacina, levou a filha Ana Beatriz, de 12, para a volta às aulas. "Ela estava assustada no início e resistiu à ideia de voltar ao colégio, mas com o apoio dos psicólogos e das colegas, começou a aceitar", disse o pai da aula.

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Plebiscito do Desarmamento - Alexandre Garcia DESARMA Sarney

Comentário do Ferrer

Luis Claudio Ferrer, GSP acabou de deixar um comentário sobre sua atualização de rede:
"Parabéns ao nosso glorioso EB, símbolo de amor ao Brasil e do respeito às instituições, pelo seu dia! Congratulo-me com os militares desta força singular, da ativa e da reserva, que todos os dias demonstram o seu espírito de sacrifício ao povo deste país, muitas vezes fazendo calar no peito suas justas aspirações ao sabor dos governos. Governos vem e se vão, mas sempre haverá o Exército Brasileiro a defender o povo deste país, a democracia e as instituições."
Ulisses Ferreira do Nascimento Assista o vídeo da Campanha do Dia do Exército Brasileiro 19 de Abril.

Canção do EXÉRCITO

Braço Forte, Mão Amiga

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Mortes no Trânsito - Brasil

Mortes no trânsito crescem 24% em uma década, puxadas por acidentes com motos

'Mapa da Violência' no trânsito mostra que óbitos envolvendo motocicletas cresceram em proporção maior que a frota.

Da BBC
O aumento nos acidentes com motociclistas fez com que as mortes no trânsito brasileiro crescessem 23,9% entre 1998 e 2008, segundo o Mapa da Violência 2011: Acidentes de Trânsito, compilação divulgada nesta quarta-feira pelo Instituto Sangari.
Na década estudada, as mortes ocorridas em acidentes de motos cresceram 754%. As mortes de ciclistas também assustam: registraram um aumento de 308%.
saiba mais
Ao mesmo tempo, o número de óbitos envolvendo automóveis foi proporcionalmente menor que o aumento da frota.
'Se nada mudar, até 2015 teremos um massacre de motociclistas', disse à BBC Brasil Julio Jacobo Waiselfisz, diretor de pesquisa do Instituto Sangari e autor do estudo.
Ele cita uma 'reconfiguração' dos padrões de acidente desde a adoção do Código de Trânsito, em 2007.
Desde então, caíram em 15,6% as mortes de pedestres, e morrem menos pessoas por automóveis em circulação. Mas, no caso das motos, ocorreu o oposto: o risco de morte cresceu mais do que a própria frota, afetando principalmente a população entre 18 e 24 anos do sexo masculino.
'Se nada for feito, a tendência é que essas mortes continuem aumentando, em ritmo de 4% ao ano', trazendo elevados custos sociais, financeiros e emocionais, diz Jacobo Waiselfisz.
Educação no trânsito
Para o estudioso, a redução nas taxas de mortes de pedestres se deveu a campanhas educativas e à maior fiscalização, por exemplo, da obediência à faixa de pedestres.

Ele sugere medidas parecidas para lidar com o aumento na frota e nos acidentes envolvendo motos. 'Faltam legislação adequada, educação no trânsito e fiscalização', diz, citando também a tensão constante entre motociclistas e os demais agentes do trânsito.
'O elevado risco-motocicleta deveria ser compensado com uma legislação que pudesse tornar mais segura a vida, não apenas dos motociclistas como também dos pedestres, vítimas dessa nova ameaça no trânsito', conclui o estudo.
'Mas isso não vem ocorrendo, e o meteórico crescimento no número de vítimas indica a magnitude dessa inadequação. Propomos políticas específicas para a formação e o treinamento dos motociclistas, a definição de requisitos específicos para serviços de entrega e o reforço das campanhas educativas.'

terça-feira, 12 de abril de 2011

Chuvas Fortes em toda cidade de São Paulo

Chuva forte põe toda cidade de SP em estado de atenção nesta terça feira

Zonas Sul e Sudeste entraram em atenção às 18h12.
Até as 18h30 não havia informações sobre pontos de alagamento.

Do G1 SP
trânsito sp (Foto: Reprodução/TV Globo)
Às 18h37, CET registrava 87 km de lentidão em SP
(Foto: Reprodução/TV Globo)
Toda a cidade de São Paulo foi colocada em estado de atenção por conta da chuva às 18h12 desta terça-feira (12), segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. As últimas zonas a entrar em atenção foram as Sul e Sudeste. As zonas Norte, Oeste, Leste, o Centro e as marginais Pinheiros e Tietê na cidade de São Paulo entraram no estado desde as 17h35.
Segundo o CGE, as pancadas de chuva são consequência do forte calor que atingiu a cidade nesta terça. Por volta das 18h30, chovia forte nos bairros do Butantã, Campo Limpo, Ipiranga e Vila Mariana.
Às 17h50, os bairros de Pirituba, Jaraguá, Tremembé, Jaçanã, São Miguel Paulista, Itaim Paulista, Guaianazes e parte de Itaquera eram atingidos pelo temporal. Na Grande São Paulo era registrada chuva forte em Guarulhos, Caieiras, Franco da Rocha, Ferraz de Vasconcelos e Arujá.
Às 18h40 o CGE registrava um ponto de alagamento transitável na Avenida Guarapiranga, na Zona Sul da cidade.
Às 18h37, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava 87 km de lentidão nas vias monitoradas da cidade de São Paulo.
(Para mais informações sobre o trânsito em São Paulo, você pode acompanhar as câmeras do G1, em vídeo, ou consultar a tabela com as condições das principais vias.)
No horário, o Corredor Norte-Sul era a a via mais congestionada, com 8,6 km de morosidade no sentido do Aeroporto de Congonhas, da Praça da Bandeira até o Viaduto João Julião da Costa Aguiar. A Marginal Pinheiros, sentido Interlagos, pela pista expressa, apresentava 7,3 km de trânsito travado entre as pontes do Jaguaré e Ary Torres.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

sexta-feira, 8 de abril de 2011

ABGS - Solidária com as famílias que perderam seus entes queridos no RJ.

SP, 08/04/2011.
 
Prezados, boa tarde!
 
A ABGS está solidária às famílias da tragédia do colégio em Realengo/RJ, onde também acredito que o mundo vive este luto, diante da selvageria e repercussão.
 
Gostaria de lembrar que não devemos deixar esta e outras notícias desta natureza cair no esquecimento social, temos o dever de lembrar e mostrar a necessidade de investimentos na área de segurança, pois na maioria das vezes enxergam como custo sem nenhum benefício, em algumas situações se tornando complicado expor a vantagem financeira em face às reduções de custo que estamos acostumados.
 
Existem diversos sociopatas, que estão inseridos na sociedade e convivemos muitas vezes com estes, sem saber em qual momento este perderá seu freio e atentará contra as pessoas para conseguir alcançar seus objetivos, que muitas vezes é somente o prazer de ver o sofrimento dos outros, sem tratamento adequado ainda quando presos, pois o Estado não está preparado para lidar de forma efetiva com este tipo de deficiência social.
 
Espero que os exemplos e este momento de comoção não permaneça no passado, mas sim na visão preventiva dos empresários de todos os setores da economia no Brasil, através do auxílio que possam contar com os melhores profissionais, visando elevar o nível de suas marcas, mas sem esquecer que a segurança faz parte da estrutura, da base, ou seja, do início até o final das atividades da vida de todos os seres.
 
Em vários momentos ouvimos que determinada situação não é prioridade, assim restando o negativismo como resposta para o pedido de investimento em nossa área, ainda assim, façamos nosso humilde levantamento para avaliarmos os procedimentos em processos de portarias e outros correlatos, pois em grande parte, podemos mostrar alguma diferença em simples alterações e sem grandes investimentos em curto prazo, afirmo com base nas diversas empresas multinacionais que tenho percebido a carência de simples procedimentos, elaborados a anos, caem no esquecimento e os profissionais da linha de frente não sabem dizer onde foi escrito, apenas ouviram falar, embora algumas vezes não entendem como correto!
 
Gostaria de sugerir para agregar e desenvolver, que esta questão seja comentada pelos senhores que são o principal motivo para este grupo de discussões.
 
Parabenizo o amigo Ulisses Nascimento pela participação no jornal O Estado de São Paulo sobre o caso trágico do colégio/RJ, conforme segue o link para acesso via web http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110408/not_imp703418,0.php contribuindo com a valorização de nosso meio profissional.
   
Abraço a todos!!!!
 
Att.
 
Thiago Silva - Moderador
Tecnólogo em Gestão em Segurança Empresarial
MBA em Gestão Estratégica em Segurança Empresarial
Consultor de segurança
11-9801 5801
"Sem trabalho não se conquista a glória'. 

Cartilhas de Proteção Escolar

Atualizado em 08/04/2011 12h08

Programa de proteção escolar em SP conta com mais de 4,5 mil policiais

Há duas cartilhas com orientações para professores.
Quase 1.500 escolas estão sendo contempladas com câmeras.

Do G1 SP
Para tentar combater a violência nos colégios, São Paulo conta com um programa de proteção escolar desde 2009. São 4.600 policias que fazem a ronda, além de uma equipe formada por sociólogos, psicólogos e professores. A orientação, diante de qualquer anormalidade, é procurar a Polícia Militar.
O projeto articula um conjunto de ações, métodos e ferramentas que visam disseminar e articular práticas voltadas à prevenção de conflitos no ambiente escolar. Quase 1.500 escolas estão sendo contempladas com câmeras de segurança.
“O Sistema de Proteção Escolar funciona a partir de uma parceria da Secretaria do Estado de Educação com a Secretaria de Segurança Pública, onde permanece uma equipe que monitora as ocorrências dentro do ambiente escolar, faz o monitoramento e posteriormente uma ligação a essa escola para prestar todo o apoio após a ocorrência”, diz o assessor de segurança escolar, o capitão Alexandre Oliveira. Duas cartilhas ajudam os professores a lidar com a segurança no ambiente escolar. Os dois manuais estão disponíveis no site da Fundação para o Desenvolvimento da Educação.
Debate nos colégios
Nesta sexta-feira (8), a tragédia no Rio de Janeiro, onde 12 alunos morreram após um atirador entrar em uma escola municipal, virou assunto em colégios de São Paulo. Pais de alunos estão chocados com a história.
Nas salas de aula é impossível não tocar no assunto. Em uma escola do Campo Limpo, Zona Sul da capital, professores projetaram em um telão a carta deixada pelo atirador. Depois do debate na aula, houve uma conversa no pátio do colégio.
Os alunos estão assustados. A grande maioria se colocou no lugar das crianças que viram o crime e muitos sentiram vontade de conversar com alguém. Para os estudantes, o assunto ainda precisa de muito debate.

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Quem será responsabilizado?


Segurança Escolar e Universitária está de LUTO. Vivemos hoje a Beslan Brasileira.
A Redação do Portal Escola Protegida e do Blog OMP em respeito às vítimas e aos familiares na Escola em Realengo nesta data,  informa que publicou a informação do Portal G1 RJ e não mostrará nenhuma foto desta tragédia anunciada que evidencia o descaso de toda a sociedade para o problema da segurança escolar e universitária no Brasil.
Como informado a diversas rádios e jornais de São Paulo nesta data , falei que o problema da violência  e crime na escola é um problema de comportamento, um problema de saúde pública, para depois ser tratado como problema de educação e finalmente como um problema de segurança pública e privada.
Vidas foram perdidas nesta data por falta de preparo e treinamento de colaboradores no controle de acesso e identificação da portaria da escola, a área escolar tem que ser área de segurança e tratada de forma diferenciada. Na cidade de São Paulo temos a Lei da área escolar  de número 14.492/07 do Vereador Prof. Eliseu Gabriel e está tramitando no Congresso o PLS 191/08 sobre a criação da Agência Nacional de Segurança em Escolas. A Polícia Militar, a Polícia Civil através do DENARC, e a GCM possuem programas especiais para atender as escolas.
Precisamos conscientizar a comunidade escolar, diretores, pais, alunos, responsáveis, colaboradores da importância de Gerenciar Perigos e investir em endomarketing e técnica para vencermos os desafios.
Um simples aspecto melhoraria a segurança das escolas no Brasil, responsabilizarem alguém pelas diversas ocorrências nas escolas, seja de forma civil, trabalhista ou criminal. Este alguém que dirige a entidade tomaria as devidas providências.
Quem será responsabilizado pela tragédia de Realengo?
Da Redação

Tragédia anunciada em Realengo

Atirador entra em escola em Realengo, mata alunos e se suicida

Segundo hospital, 11 estudantes morreram na Zona Oeste do Rio.
Atirador tinha 24 anos e foi aluno da escola.

Do G1 RJ
 
Um homem de 23 anos entrou em uma escola municipal na Zona Oeste do Rio na manhã desta quinta-feira (7), atirou contra alunos em salas de aula lotadas, foi atingido por um policial e se suicidou. O crime foi por volta das 8h30.
Segundo o diretor do hospital para onde as vítimas foram levadas, 11 crianças morreram (10 meninas e 1 menino) e 13 ficaram feridas (10 meninas e 3 meninos). As crianças têm idades entre 12 e 14 anos.
Segundo autoridades, o nome do atirador é Wellington Menezes de Oliveira e ele é ex-aluno da Escola Municipal Tasso da Silveira, no bairro de Realengo, onde foi o ataque. Seu corpo foi retirado por volta das 12h20, segundo os bombeiros. De acordo com polícia, Wellington não tinha antecedentes criminais.
A polícia diz que ele portava dois revólveres calibre 38 e equipamento para recarregar rapidamente a arma. Esse tipo de revólver tem capacidade para 6 balas.
Segundo testemunhas, Wellington baleou duas pessoas ainda do lado de fora da escola e entrou no colégio dizendo que faria uma palestra.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, ele falou com uma professora e seguiu para uma sala de aula. O barulho dos tiros atraiu muitas pessoas para perto da escola O sargento Márcio Alves, da Polícia Militar, fazia uma blitz perto da escola e diz foi chamado por um aluno baleado. "Seguimos para a escola. Eu cheguei, já estavam ocorrendo os tiros, e, no segundo andar, eu encontrei o meliante saindo de uma sala. Ele apontou a arma em minha direção, foi baleado, caiu na escada e, em seguida, cometeu suicídio", disse o policial .A escola foi isolada, e os feridos foram levados para hospitais. Os casos mais graves foram levados para o hospital estadual Albert Schweitzer, que fica no mesmo bairro o colégio.
Sobrevivente conta como foi
Uma das alunas lembra os momentos de terror na unidade. A menina de 12 anos disse que viu o atirador entrar na escola. Ela estava dentro da sala de aula quando ele abriu fogo contra os alunos.
“Ele começou a atirar. Eu me agachei e, quando vi, minha amiga estava atingida. Ele matou minha amiga dentro da minha sala”, conta ela, que afirma que estava no pátio na hora em que o atirador entrou na escola.
“Ele estava bem vestido. Subiu para o segundo andar e eu ouvi dois tiros. Depois, todos os alunos subiram para suas salas. Depois ele subiu para o terceiro andar, onde é a minha sala, entrou e começou a atirar”, completou.
HIV
O subprefeito da Zona Oeste, Edmar Teixeira, afirmou que Wellington Menezes deixou uma carta em que contava ser portador do vírus HIV. Segundo a Polícia Militar, ele era ex-aluno. Posteriormente, a íntegra da carta foi divulgada, e não havia menção a HIV.

De acordo com o coronel Djalma Beltrami, a carta de Wellington tinha inscrições complicadas. “Ele tinha a determinação de se suicidar depois da tragédia”, contou Beltrami. A carta foi entregue a agentes da Divisão de Homicídios.
Conhecido na escola por ser ex-aluno, ele teria entrado sob alegação de que iria fazer uma palestra. Segundo a polícia ele usou dois revólveres, que chegou a recarregar várias vezes.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Queremos entrar no seu Radar

Caros Senhores Diretores, boa noite

Queremos entrar no seu radar...


Somos uma Consultoria  Especializada, com foco em negócios de Segurança  no Brasil.
Estamos no mercado há 03 meses , prestando serviço de qualidade e confiabilidade em fábrica de Baterias em Capivari e Condomínios Residenciais Verticais e Horizontais em São Paulo. 
Nossos Consultores  são rigorosamente selecionados e estão aptos para atuar em Gestão de Segurança, Análise de Riscos – ISO 31000 , Projetos Integrados de Segurança  e no treinamento e desenvolvimento de pessoal.
Havendo a possibilidade de contato teremos um grande prazer em realizarmos uma parceria de sucesso, possibilitando bons orçamentos, e valores especiais para cursos in company, proporcionando à sua  empresa e a seus colaboradores condições especiais.
Na certeza de lhe oferecermos o melhor Projeto Integrado de Segurança em Safety e Security , para solucionar os problemas  e otimizar seu departamento  nos colocamos a sua inteira disposição através dos  telefones, (11) 3533 2568 e (11) 8834 9838 ou e-mail
conseg83@yahoo.com.br  com Ulisses Nascimento e Wagner Grans.


Atenciosamente, 

Ulisses Nascimento, CEO


sábado, 2 de abril de 2011

Artigo sobre Liderança em Segurança Empresarial

Fazer + , Realizar +.
Durante esta semana assisti as palestras do TEDx RIO 2011 que realizou-se no Rio de Janeiro na data de 15.02.2011 e li um artigo sobre lições de liderança do CEO da Tesco Sr. Terry Leahy na revista Consumidor Moderno – Nova Varejo e extraí alguns conhecimentos que podem ser aplicados no segmento de segurança empresarial e privada por todos os profissionais que são curiosos, sonhadores e interessados em fazer mais e realizar mais em suas empresas. Aos leitores que me acompanham há  muitos anos informo que continuamos a luta contra a ignorância e amadorismo em nosso segmento e prego que nossa união poderá alterar o status quo atual, pois os Gestores Profissionais de Segurança têm um papel fundamental  para a redução de perdas, criminalidade e violência no Brasil.
Quais são as lições citadas pelo CEO da Tesco?
1.      Encontre a Verdade – Não se apóie em pesquisas e experiências passadas, fale com seus clientes, analise as pesquisas de satisfação, eles mostrarão quais são seus pontos fortes e seus pontos fracos, pontos negativos e positivos do seu negócio de segurança. Faça análise de cenários prospectivos, fundamental para gerenciar as incertezas e o desconhecido;
2.      Objetivos Audaciosos – Quer dar um ZAP positivo em sua empresa? , energize-a com um plano de metas audacioso, revise o plano de negócio e o planejamento estratégico. Muitas empresas não possuem estes planos, busque uma Consultoria Especializada e ponha a mão na massa. Faça a diferença no mercado;
3.      Visão, Valores e Cultura -  Sua equipe pode ajudar você a entender os valores de sua empresa, tenha a sensibilidade e a percepção da cultura empresarial;
4.      Siga seus consumidores – Ficar junto aos seus clientes e consumidores, observe mais. Esteja preparado para aproveitar os espaços para uma conversa e sentir o que seu cliente quer;
5.      Foco – Ter foco em segurança corporativa, empresarial ou privada é fundamental. Como é a sua comunicação com sua equipe? Como você passa as idéias a nível Macro para sua equipe? Aspectos econômicos, políticos, sociais, legais, e  ambientais de nossa atividade são fundamentais para a estratégia da empresa em mercados cada vez mais competitivos. Como estão as medições do financeiro, da qualidade, do operacional, do atendimento a clientes, do comercial? As pressões do dia a dia podem ser um fator positivo;
6.      Pessoas, Processos e Sistemas – Planos transformados em ótimas experiências para nosso cliente;
7.      Pense Leve – A melhoria contínua com a reavaliação de todos os processos traz leveza aos negócios;
8.      Simples ganha do complexo – vamos desenvolver uma cultura de simplicidade, o simples ganha do complexo, Sun Tzu já dizia no livro “ A Arte da Guerra “;
9.      Competição é bom – Aprenda com seu concorrente, seja ético. Foque nas qualidades de sua empresa;
10.   Liderança – Um líder leva você mais longe do que você iria sozinho, assuma este posto em seu departamento, leia mais,estude mais,treine mais, pense mais,faça mais, venda mais, realize mais e ganhe mais. Sucesso a todos...
Autor Prof. Ulisses Nascimento, GSP, MBS, CES
Security Manager da Grans Nascimento Associados
Consultoria de Negócios em Segurança – São Paulo